• Pré venda

    Tirem as crianças da sala, afinal, nada na vida do policial Emílio é adequado para
    menores. Ele é integralmente politicamente incorreto.
    Talia esnoba o magnetismo de Emílio, considera-o um ogro. Ela é uma fotógrafa
    de alma romântica.
    Tequilas demais e esse ogro se transforma em um príncipe, pelo menos até a luz do sol
    bater na janela.
    Essa é a história de um relacionamento improvável, de histórias familiares que
    formaram quem nos tornamos e das escolhas a partir daí.
    Talia e Emílio: será que há consistência naquilo que viram um no outro?
    A atração é real ou apenas uma fantasia?

    PRÉ-VENDA

Livro

E se um dia você ouve sem querer uma conversa e descobre que seu parceiro de vida te traiu?

É possível impedir que uma mentira contamine uma história de amor? O quanto as nossas cicatrizes de alma interferem na forma como analisamos os acontecimentos? André e Carol estabeleceram um pacto de nunca mentirem um para o outro.

Ele é policial, inteligente e com uma personalidade cativante, um marinheiro acostumado com mares tempestuosos. Ela é uma publicitária articulada, uma pessoa leal, um farol em terra firme.

Enquanto a história do casal se descortina as respostas óbvias não se encaixam mais.

Quando o afastamento acontece, tragédias inesperadas se interpõe no caminho. E diante do imponderável, com as emoções extenuadas, eles terão que repensar o quanto estão dispostos a ceder e depositar fé na história construída.

Toda a venda será revertida em doações para a ONG Missão Resgate da Paz.

Playlist O Farol de Bill Baggs

Road music, André ouvia muito quando estava morando na Califórnia e descia para a praia no fim de semana, já a Carol tem uma Playlist para cada momento e só toma banho ouvindo música. Preparamos uma Playlist muito especial para inspirar sua leitura.

Carol tem uma playlist para cada momento e só toma banho ouvindo música. Essa deve ser a playlist dos dias tristes.
O refrão diz: quando você se desapaixonou?

Livro

Tirem as crianças da sala, afinal, nada na vida do policial Emílio é adequado para menores. Ele é integralmente politicamente incorreto.

A professora Talia esnoba a beleza e o magnetismo de Emílio por considera-lo um ogro. Ela tem uma alma artística e romântica.

Uma noite com tequilas demais traz à tona o príncipe que esse ogro pode ser, pelo menos até a luz do sol bater na janela.

E na sequência, circunstâncias inusitadas a fazem descobrir que há uma explicação para Emílio ter optado pela vida sem vínculos que leva, que envolve histórias familiares pregressas e tristes.

O círculo comum de amigos não pode saber que há uma faísca entre esses dois.

Talia resiste, seu coração romântico não deve se envolver com alguém como Emílio.

Emílio luta para se proteger, não vale a pena investir se finais felizes não existem para ele.

Será que há consistência naquilo que viram um no outro? A atração é real ou apenas uma fantasia?

ONDE ENCONTRAR

Sobre a Autora

Nasci em uma casa cheia de livros e leitores. Estimulada por meus pais, desde pequena desenvolvi o prazer pela leitura.

Aos dez anos escrevi, editei, publiquei e comercializei uma revista, a Livridade.

Trinta e dois anos depois escrevi meu primeiro romance.

Milhares de coisas aconteceram entre os dez e os quarenta e dois anos. Formei-me em Direito, especializei-me em tributário empresarial e sou sócia fundadora de um próspero escritório há vinte anos. No entanto, nunca parei de ler e escrever.

Meu escritor preferido de todos os tempos, C.S.Lewis, disse:
“Os livros que escrevemos já foram livros que, num sonho acordado, nos imaginávamos a escrever – se bem que nunca, como é óbvio, tão aperfeiçoadamente” (A experiência de ler, p.75).

Atualmente estou escrevendo o terceiro romance da Série do Farol. Os personagens são apaixonantes e você pode ficar tranquila que, assim como na minha vida pessoal, minha vocação é sempre compartilhar um final feliz.

Os contos de fadas nos lembram que há um
grande clichê cósmico em andamento.

O Último Viking

O nome dele era Gustavo, na verdade Gautstafr, mas todo mundo…

Conto – Entrevista

Sentaram-se a mesa posicionada na rua de onde podiam ver as pessoas…

Rochedinho

A estrada fica cada vez mais vazia de carros e cheia de caminhões…

Se inscreva